[Estudo] Cientistas Culpam a Monsanto Pela Crise Mundial da População de Abelhas

[Estudo] Cientistas Culpam a Monsanto Pela Crise Mundial da População de Abelhas

Há vários anos tentamos dar explicações pela redução no número de abelhas em muitos países do mundo e agora há uma nova evidência que elas são vítimas dos pesticidas da Monsanto, a gigante dos transgênicos, sementes e pesticidas.

Um estudo realizado por pesquisadores alemães e argentinos afirma que as abelhas expostas ao glifosato, veneno usado principalmente no herbicida Round Up da Monsanto, seja a causa da desorientação.
Estes insetos trabalhadores tiveram afetadas suas faculdades de orientação espacial, a  qual se torna difícil voltar à sua colmeia, garante o estudo “Efeitos de doses subletais de glifosato na navegação das abelhas”, publicado pelo Journal of Experimental Biology.

O comportamento das abelhas sugere que o glifosato afeta o processo de aprendizagem espacial destes insetos. Além das abelhas, outras vítimas são as minhocas, a biota do solo e os anfíbios, animais muito úteis na agricultura. Outra vítima da Monsanto é a borboleta monarca, pois teme-se que esteja em perigo de extinção. Este animal busca as plantas capitão-de-sala para pôr seus ovos, mas com a grande propagação de glifosato na América do Norte, esta substância destrói os ovos da borboleta.

Leia também: 8 Formas da Monsanto Destruir Nossa Saúde

Os pesquisadores também apontam os neonicotinoides, uma nova classe de inseticida, como fator que intervém na extinção das abelhas do mundo todo. Outros estudos apontam que as micro-ondas dos celulares e suas antenas como causadores da mortes das abelhas.

Leia mais: http://www.anovaordemmundial.com/2015/10/estudo-cientistas-culpam-monsanto-pela.html#ixzz4frcsSNLF

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *