Queijo da Canastra tem preço imbatível na zona cerealista de São Paulo

Quer comer um doce com queijo mineiro da Serra da Canastra? Sanduíche de queijo quente feito na hora para o café da manhã? Elevado à categoria “gourmet”, o produto presente em restaurantes estrelados é vendido  por preços entre R$ 50 e R$ 70 o quilo, em São Paulo.

Bem, você pode pagar menos da metade disso na rua Santa Rosa, na zona cerealista, centro da capital. Os preços são imbatíveis:

Queijo da Serra da Canastra em foto do dossiê preparado pelo Iphan
  • R$ 19,90 no Empório Sabor. Interessante é que o produto, tipo meia cura, vem embalado tanto inteiro, ou metade (cerca de 500 a a 600 gramas). Saem da loja perto de 50 quilos por semana.

 

Queijo à venda por R$ 19,90 o quilo no Empório Sabor
Queijo à venda por R$ 19,90 o quilo no Empório Sabor
  • R$ 21 no Empório Diamante. Também meia cura, pode ser encontrado proveniente de duas fazendas da região. Conforme fala o proprietário, Edson Abrahão, tem uma pequena variação na quantidade de sal _e lá mesmo se pode experimentar ambos. O cliente escolhe se quer um inteiro (cerca de 1 a 1,5 quilo), metade ou mesmo ¼ do queijo. Cerca de 30 quilos são vendidos por semana, conta.
Queijo vendido no Empório Diamante por R$ 21 o quilo
Queijo vendido no Empório Diamante por R$ 21 o quilo

Elogiado pelos mais exigentes chefs de cozinha para a elaboração de diversos pratos, o queijo da Canastra é feito a partir do leite cru e é ingrediente-chave do nosso mais que famoso pão de queijo. Na região da Canastra, em Minas, existem cerca de 1,1 mil produtores do queijo.

Trata-se de um queijo minas que, na região Centro-Oeste tem o nome de Canastra. Adquire sabor diferenciado, pois é obtido a partir dos pingos de água (soro) que escorrem do queijo ressecado com sal grosso e misturados ao leite da produção seguinte. Essa combinação dá sabor, textura e aroma ao queijo canastra.

Maturação do queijo em estante - Foto Rodolfo Cruz - Acervo INRC, Iphan, 2006
Maturação do queijo em estante – Foto Rodolfo Cruz – Acervo INRC, Iphan, 2006

Normalmente é produzido em pequenas fazendas. O queijo minas é uma forma de saber, como se diz, que foi proclamada “patrimônio imaterial do Brasil” em 2008 pelo Iphan, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Esse processo transformou-se em um dossiê com TUDO o que você quiser saber sobre a produção do queijo da Canastra. Entre no link abaixo para obter em seu computador o documento e ler com tranquilidade para se tornar uma autoridade no assunto:

Queijo Artesanal de Minas – Dossiê Interpretativo – Arquivo do Iphan

O Iphan também produziu dois vídeos que contam sobre a história do queijo da Serra da Canastra. São informativos e bem-humorados. Dê uma olhada:

Primeira parte:

Segunda parte:

Endereços:

* Empório Sabor: rua Santa Rosa, 167, Brás, São Paulo, fone 11 3229-0027.

* Empório Diamante: rua Santa Rosa, 233, Brás, São Paulo, fone 11 3312-0069.

Página da Associação dos Produtores de Queijos da Serra da Canastra, Aprocan

E você, gosta de usar o queijo em que tipo de prato? Conte aqui e, se quiser, mande uma foto para sigavalemais@sigavalemais.com.br. As melhores serão publicadas.

Até logo!

Foto da Capa: Queijo da Serra da Canastra em foto do dossiê preparado pelo Iphan

vale mais não se responsabiliza por alterações de preços ou ausência dos produtos citados na loja e/ou estoque. Preços colhidos entre 9 e 19 de novembro de 2014.

Related posts:

julio tafforelli

Engenheiro químico, estudou psicanálisedurante vários anos e outrs terapia altenativas foi atendente no CVV. Conhece bem a índole humana e os caminhos de mudança interior. Pratica meditacão

error: Content is protected !!