O “hormônio do estresse ” – como a meditação reduz o cortisol

 

O cortisol, um importante hormônio acelerador da idade, é o único químico em que menos é melhor . Quando estamos estressados, nossos corpos produzem cortisol e adrenalina em abundância. Isso é normal, um produto natural da nossa evolução.

No entanto, a longo prazo, o coquetel químico presente quando sob estresse crônico não é normal e pode dilacerar seu corpo, destruindo músculos e ossos saudáveis, bloqueando a criação de bons hormônios, levando à ansiedade, depressão, aumento da pressão arterial, Névoa do cérebro, insônia, inflamação, a lista continua e continua. Claramente, muito deste hormônio do estresse é realmente uma má notícia para sua saúde física geral.

Felizmente, os cientistas encontraram uma solução muito poderosa. Em 2013, pesquisadores da UC Davis descobriram uma conexão muito poderosa entre mindfulness e cortisol, com resultados notáveis vistos em poucas semanas.

De fato, outro estudo realizado por um médico da Universidade Rutgers descobriu que os meditadores tinham uma redução de quase 50% nos níveis de cortisol! Como muitos cientistas afirmam que o Cortisol é o inimigo público número 1, a meditação está sempre pronta para salvar o dia!

julio tafforelli

Psicanalista junguiano com especialização em compulsão alimentar, dietas para reversão de diabetes, dieta cetogênica (low-carb ) para tratamento da obesidade. Praticante da dieta cetogênica há mais de dois anos com experiencia em alimentos brasileiros orgânicos apropriados. Praticante de meditação, técnicas de controle de estresse, tango de salão e ginastica hiit para longevidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Content is protected !!