SERVIÇOS

 Depressão: Muitas vezes é difícil procurar ajuda quando precisamos dela mais, e isso é especialmente verdadeiro quando experimentamos a perda de energia que acompanha a depressão. Quando sentimentos de tristeza não vai embora, é útil ter um guia experiente para reduzir a angústia. Começaremos por nos concentrar em medidas práticas para aliviar parte do peso que acompanha a depressão. Juntos, vamos analisar como o passado continua a influenciar o presente e explorar as relações, perdas ou situações que contribuem para a sua depressão. Através deste processo, você vai descobrir um novo sentido de si mesmo, assim como energia renovada.

Você deve redescobrir o poder emocionante de sua vida. – JOSEPH CAMPBELL

Ansiedade: O ritmo acelerado do mundo de hoje cria ansiedade para muitos de nós. Quando inseguranças e medos se tornam penetrantes, ou se transformar em ataques de ansiedade ou fobias, é hora de considerar a procurar ajuda. A ansiedade tem um aspecto fisiológico, e aprender práticas calmantes técnicas irão ajudar a reduzir seus sintomas como nós descobrimos os sentimentos que estão causando-los. (Por exemplo, a ansiedade pode ser enraizada em uma unidade para a perfeição ou em sentimentos de insegurança.) Juntos, vamos trabalhar para compreender o significado de sua ansiedade e construir o seu senso de calma interior.

O que alcançamos interiormente mudará a realidade externa. – PLUTARCH

Relacionamentos: Como um casal, você e seu parceiro podem procurar terapia porque seu relacionamento está em crise; Porque um ou ambos identificaram um obstáculo no seu relacionamento; Ou porque você quer reforçar seu relacionamento. Se necessário, vamos nos concentrar primeiro nos passos necessários para estabelecer a estabilidade. Em seguida, exploraremos os padrões inconscientes que operam em seu relacionamento e como cada um de vocês contribui com seu próprio conjunto de lutas, crenças e complexos. À medida que cada um aprende a ser responsável por suas próprias necessidades, construindo habilidades como escuta empática, resolução de disputas e conexão significativa, seu relacionamento se tornará mais forte e mais íntimo.

Para um ser humano amar outro … é talvez a tarefa mais difícil; O trabalho para o qual todo o outro trabalho é mas preparação. – RAINER MARIE RILKE

Perda e luto: Uma perda significativa pode causar não só tristeza, mas também uma mistura confusa de raiva, medo, remorso e culpa, tornando o processo de deixar ir ainda mais difícil. Além da perda de um ente querido, experiências de vida como doenças crônicas, deficiências, divórcios ou transições de vida indesejadas podem trazer sentimentos de pesar. Nós somos incentivados frequentemente a “estabelecer-nos sobre” a vida em vez de mover-nos com o processo elaborando em nosso próprio ritmo. Nosso trabalho lhe dará o espaço eo tempo que você precisa para experimentar plenamente a sua perda, transformar sentimentos incontroláveis ​​e ganhar uma sensação de conforto e cura.

Cada grande perda exige que escolhemos a vida novamente. – RACHEL NAOMI REMEN

Trauma & Abuso: Se passado muito ou recente, experiências traumáticas podem sobrecarregar nossos cérebros, deixando-nos com sentimentos não processados ​​que resultam em sintomas como ansiedade, imagens intrusivas e flashbacks, dormência e esmagadora emoções e sensações. Como vítimas de trauma podemos ter dificuldade em encontrar palavras para nossas experiências, especialmente se o trauma foi sofrido nas mãos de um cuidador de infância. Esses problemas nos impedem de viver plenamente no presente e podem perturbar nossa capacidade de relacionamentos. O primeiro objetivo da terapia é minimizar o sofrimento que pode perturbar a vida diária. Em seguida, vamos nos concentrar em como recuperar o que foi perdido – incluindo a capacidade de sentir e confiar em si mesmo e nos outros – e recuperar a vida que você estava destinado a viver.

Questões de carreira: O trabalho pode ser emocionalmente sustentável, mas também pode nos roubar de energia. Fazer o trabalho para o qual fomos feitos pode fazer uma diferença crucial em nossas vidas. Você tem dúvidas sobre se seu trabalho ou carreira é ideal para você? Talvez você está lutando com uma relação de trabalho ou são incapazes de encontrar um equilíbrio saudável entre o trabalho ea sua vida pessoal. Terapia irá concentrar-se em encontrar um relacionamento com o trabalho que está em alinhamento com o seu eu central.

Confie no que lhe dá sentido, aceite-o como seu guia. – CARL JUNG

As próprias coisas que desejamos evitar, negligenciar e fugir tornam-se a “prima materia” de onde vem todo o crescimento real. – ANDREW HARVEY

 Transições de Meia Idade: Como todas as fases da vida, meia-idade tem seus próprios desafios particulares. Você pode se sentir perdido quando você deixa de lado papéis familiares como a parentalidade, ou descobre que antigas noções de sucesso se sentem vazias. Meia-vida é também um tempo de enfrentar os limites, uma fonte potencial de ansiedade e depressão. Através da terapia, você pode reavaliar e explorar as escolhas de vida, a fim de aproveitar ao máximo este importante estágio. Ao reexaminar seus valores, criaremos oportunidades para redefinir o que é realmente importante para você, e ao fazê-lo, redefina-se.

A crise da meia-idade … nos apresenta uma oportunidade de reexaminar nossas vidas e de perguntar às vezes assustadoras, sempre libertadoras: “quem sou eu além da minha história e dos papéis que eu tenho desempenhado?” – JAMES HOLLIS

Distúrbios alimentares: Nos distúrbios alimentares, os alimentos se tornam simbólicos de muito mais do que simples nutrição física; Uma luta entre seu corpo e comida mostra que você não está mais em sintonia com suas necessidades emocionais. Você pode estar profundamente ansioso, mas também alienado deste e de outros sentimentos.

Na terapia, você vai aprender a ouvir o seu corpo, bem como suas emoções. A terapia se tornará um lugar seguro para explorar vários aspectos de sua vida interior. Ao fazê-lo, você pode recuperar a consciência do seu corpo e um relacionamento saudável com os alimentos.

Você aprenderá a cuidar de si mesmo como uma pessoa inteira – corpo, espírito e vida emocional – e curar a divisão dentro de si mesmo.

A totalidade nunca é perdida, é apenas esquecida. – RACHEL NAOMI RMEN